IBGE: Produção agrícola da Bahia foi a que mais cresceu no Brasil - .: Radio 101 News Fm - A Rádio Popular da Região :.

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

IBGE: Produção agrícola da Bahia foi a que mais cresceu no Brasil


Um recorde. Mais de 19 bilhões e 622 milhões de reais. Este foi o valor da produção agrícola baiana em 2018. É a soma de todos os valores gerados pela atividade no estado. Nunca este setor da economia baiana produziu tanto. Pelo menos é o que mostra a Pesquisa Agrícola dos Municípios (PAM) divulgada nesta quinta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O valor é 27,1% maior do que em 2017, e garantiu à Bahia a maior taxa de crescimento entre os estados brasileiros no período. Com esta evolução, o estado aumentou a participação na produção agrícola nacional. Subiu de 4,9% para 5,7% e se manteve na sétima posição no ranking nacional. A pesquisa também aponta uma consolidação de alguns municípios baianos entre os maiores produtores nacionais. Agora dobrou o número de municípios do estado que figuram entre os 20 maiores produtores do Brasil. Correntina, Barreiras, Formosa do Rio Preto e São Desiderio estão na lista dos que mais produzem no país. Antes apenas São Desiderio e Formosa do Rio Preto estão nesta lista.
São Desiderio, inclusive, voltou a ocupar o lugar mais alto do pódio, depois de ter ficado os três últimos anos na vice-liderança. De acordo com a pesquisa, o município produziu 54,4% a mais em 2018 e gerou R$ 3,6 bilhões, representando sozinho 1,8% do valor gerado pela agricultura brasileira. O montante representa 18,5% do valor agrícola do estado. Grãos e fibras Todos os municípios que se destacam na pesquisa têm um fator em comum: a alta produção de grãos e fibras. Foram a soja e o algodão que sustentaram a economia destes municípios apesar de muitos terem enfrentado variações climáticas e longos períodos de estiagem. A soja garantiu a São Desidério o posto de terceiro maior produtor do grão no país. O algodão faz do município o segundo no ranking nacional. E até a produção de milho, que registrou queda em outros lugares, teve aumento de 45% no município, chegando a 558 mil toneladas em 2018. "O resultado teve a ver com uma conjunção de fatores, que vão do clima ao contexto internacional, principalmente das commodities que registraram um aumento da demanda externa e foram muito favorecidas do ponto de vista econômico", afirma Mariana Viveiros, analista do IBGE. "Foi um excelente resultado, super positivo, e que certamente vai se refletir no PIB do estado e dos municípios", completa. . A PAM é uma das principais referências utilizadas por órgãos públicos e privados para planejar ações em áreas municipais. Informações como área colhida, rendimento médio das lavouras e quantidade produzida servem de parâmetro para traçar políticas públicas e ações de desenvolvimento econômico a médio e longo prazo. Muitos dados são utilizados até por instituições que fornecem serviços como financiamentos de novos negócios.

O ranking dos municípios baianos que mais geram valores através da produção agrícola:

1) São Desiderio

2) Formosa do Rio Preto

3) Barreiras

4) Correntina

5) Luis Eduardo Magalhães

6) Riachão das Neves

7) Jaborandi (era 9.º passou para 7.º)

8) Juazeiro

9) Mucugê (era 7.º passou para 9.º)

10 Ibicoara (era 14.º passou para 10.º)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
Envie Sua sugestão para radio101newsfm@gmail.com 
Entre em contato via Whatsapp Com nossa Produção: 074 9 88381282 Ou CLIQUE AQUI
Ouça nossa Programação AO VIVO Clique no Play abaixo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial