Uma criança morre no mundo a cada cinco segundos, aponta relatório da OMS - .: Radio 101 News Fm - A Rádio Popular da Região :.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Uma criança morre no mundo a cada cinco segundos, aponta relatório da OMS

Uma criança morre no mundo a cada cinco segundos, aponta relatório da OMS

A cada cinco segundos, uma criança com menos de cinco anos morre no mundo. A maioria dos casos está relacionada a causas preveníveis, segundo relatório "Mortalidade Infantil", divulgado nesta semana pela Organização Mundial da Saúde, Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), ONU e Banco Mundial.

As entidades apontam que, sem uma ação urgente, 56 milhões de crianças com menos de cinco anos devem morrer até 2030. De acordo com o documento, 6,3 milhões de crianças morreram em 2017. Deste total, 5,4 milhões tinham menos de cinco anos, sendo metade deste número referente a recém-nascidos.

"Nós conseguimos progresso marcante para salvar as crianças desde 1990, mas milhões ainda estão morrendo por quem são e por onde nasceram. Com soluções simples como medicamentos, água limpa, eletricidade e vacinas, podemos mudar a realidade para cada criança", afirmou Laurence Chandy, diretora de Dados, Pesquisas e Políticas do Unicef.

Entre as crianças com menos de cinco anos, a maioria de mortes está relacionada a causas preveníveis ou tratáveis, como complicações no parto, pneumonia, diarreia, sepse neonatal e malária. No caso de crianças entre cinco e 14 anos, ferimentos são a principal causa de morte, especialmente por afogamento e acidentes de trânsito.

Metade de todas as mortes registradas entre menores de cinco anos estão concentradas na África Subsaariana. Em média, uma em cada 13 crianças morreram antes do quinto aniversário em países dessa região, contra a taxa de uma para cada 185 nos países ricos. Outros 30% das mortes registradas em todo o mundo acontecem no Sul da Ásia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial